terça-feira, 28 de abril de 2009

Cinema turco no Indie Lisboa'09

Dois filmes turcos fazem parte do programa da 6ª edição do Festival Internaconal de Cinema Independente de Lisboa ou Indie Lisboa'09. São eles, "Hayat Var" (My Only Sunshine), um filme de Reha Erdem, e "Süt" (Milk), de Semih Kaptanoğlu. O festival começou no dia 23 de Abril e prolonga-se até 3 de Maio.

Hayat Var - My Only Sunshine de Reha Erdem
Exibições: 30 Abril, 18:15, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3 • 2 Maio, 21:45, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3 • 3 Maio, 21:45, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3

Ficção, Grécia, Turquia , 2008, 121', 35mm
Argumento: Reha Erdem
Fotografia: Florent Herry
Música: Orhan Gencebay
Som: Reha Erdem
Montagem: Reha Erdem
Com: Banu Fotocan, Elit Iscan, Erdal Besikçioğlu, Erhan Tekin, Handan Karaadam, Levent Yilmaz, Nebil Sayin
Produtor: Ömer Atay
Produção: Atlantik Film

Hayat é uma rapariga de 14 anos que vive numa cabana à beira-rio, próximo das perigosamente obscuras mas deslumbrantes águas de Bóforo (Istambul), com o pai e o avô acamado. É uma vida difícil, para lá dos movimentos romantizados destas águas. A sobrevivência da família é assegurada pelo pai, através de um pequeno barco e de negócios nem sempre lícitos. A coragem, perseverança e esperança que Hayat demonstra perante todas as adversidades sugere sobretudo a existência de Vida – assim mesmo, em capitulares – na antecâmara de um mundo injusto e hostil pejado de arbitrariedades. Vemos a adolescente entrar na idade adulta, bonita, inocente, enquanto a madrasta denota pouca simpatia por ela ou pelo seu estranho crescimento. Muitas das cenas são filmadas no barco – a água é um elemento simbólico e o mar é a libertação possível. Pode alguém sair ileso de uma família frígida e brutal?

Süt - Milk de Semih Kaplanoğlu
Exibições: 25 Abril, 18:15, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3 • 29 Abril, 15:30, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3 • 2 Maio, 15:30, Cinema City Classic Alvalade, Sala 3

Ficção, França, Turquia , 2008, 102', 35mm
Argumento: Orçun Köksal, Semih Kaplanoğlu
Fotografia: Özgür Eken
Som: Marc Nouyrigat
Montagem: François Quiqueré
Com: Alev Uçarer, Başak Köklükaya, Melih Selçuk, Riza Akin, Saadet Isil Aksoy, Serif Erol Produtor: Semih Kaplanoğlu
Produção: Kaplan Film Production

A batalha moral na Turquia entre os valores progressistas do Ocidente e os valores tradicionais e religiosos não é de agora. Mas ainda não tinha chegado em força às pequenas vilas e aldeias, às gentes rurais às quais, longe de Istambul, não passa o mundo todo na rua. Yusuf e a mãe, Fatma, vivem num desses lugares remotos em fase de industrialização, tirando sustento do leite produzido pelas suas vacas. As mudanças sociais e económicas – conta-nos a História – reflectem-se invariavelmente nas normas de conduta que aplicamos a nós próprios e aos outros: molda-se a cultura. E o dilema de Yusuf é muito simples: descobre que a mãe está a ter um caso amoroso com o chefe da estação de caminhos-de-ferro. Vale-se da tradição e condena, ou aborda o assunto com modernidade e aceita? O filme é o segundo da trilogia dedicada à personagem de Yusuf, que o realizador iniciara com o aclamado Egg/Yumurta.

(Fonte: Indie Lisboa)

sábado, 25 de abril de 2009

Nuri Bilge Ceylan vai ser membro do júri no Festival de Cannes


O comité organizador do 62º Festival de Cinema de Cannes anunciou que Nuri Bilge Ceylan será um dos membros do júri do importante evento do cinema que vai decorrer entre 13 e 24 de Maio.
Ceylan recebeu o prémio de Melhor Realizador no ano passado com o filme "Os Três Macacos" ("Üç Maymun"), já exibido em algumas salas de cinema portuguesas.
A sua primeira curta-metragem, "Koza", foi apresentada no Festival de Cinema de Cannes em 1995. O seu segundo filme, "Kasaba", foi bastante premiado, e o seu terceiro filme, "Uzak", recebeu também muitos prémios, incluindo o Grande Prémio do Júri e o Prémio de Melhor Actor em Cannes, para além de ter sido aclamado pela crítica internacional. Em 2006, o seu filme "Iklimler" foi galardoado com o Prémio da crítica cinematográfica FIPRESCI em Cannes e foi também aclamado internacionalmente.
Ceylan foi membro do júri do 42º Festival de Cinema de Antália Altın Portakal em 2005, e presidente do júri no Festival de Cinema de Sarajevo em 2008.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Festival de Tulipas em Istambul


As tulipas são um dos símbolos da Turquia desde o Império Otomano e, neste momento, celebram a chegada da Primavera no 4º Festival de Tulipas de Istambul que arrancou esta semana. Para o evento, foram plantadas milhares de tulipas em Istambul que enchem de cor a paisagem da bela cidade.
O festival começou há quatro anos com tulipas a serem plantadas em espaços públicos importantes de Istambul, e tem-se transformado numa grande exposição de tulipas que pode ser apreciada em cada esquina da cidade.
Esta iniciativa tem sido desenvolvida pela Câmara de Istambul, não só para embelezar a cidade, mas integrada no projecto cultural mais vasto de Istambul Capital Europeia da Cultura em 2010. Todos os anos, o festival de tulipas reune muitos artistas que produzem trabalhos baseados nas tulipas.
Espera-se que este projecto, que cresce todos os anos, atinja um patamar internacional com a exportação de tulipas para outros países a partir de Konya, o maior centro produtor de tulipas da Turquia.
O festival está patente até 19 de Abril e as maiores exposições e festividades têm lugar na Praça Taksim, Parque Emirğan, Praça Sultanahmet e Jardim Göztepe.