terça-feira, 18 de setembro de 2012

Ciclo de cinema turco em Lisboa

Uma boa oportunidade para conhecer mais sobre a cultura e a sociedade da Turquia é o ciclo de cinema “Cinco dos Melhores Filmes do Novo Cinema Turco da Atualidade”, que vai decorrer em Lisboa entre os dias 20 e 22 de Setembro no Cinema City Classic Alvalade (Av. Roma, 100). A entrada é livre e os filmes serão exibidos sempre às 19h30 e às 21h30. São dramas familiares e políticos, passados na zona rural e urbana, que fornecem um retrato social e ao mesmo tempo geográfico deste país onde convivem os valores ocidentais e as crenças muçulmanas.
“Last Stop Salvation”, de Yusuf Pirhasan, é o filme de abertura e gira em torno do quotidiano de cinco mulheres que vivem num bairro de Istambul, até que a chegada de uma psicóloga vai revolucionar as suas vidas. Primeira longa do realizador, que vive entre Londres e a cidade turca e é responsável por telediscos de Pete Doherty e Klaxons, entre outros.
“The Extremely Tragic Story of Celal Tan and His Family”, de Onur Ünlü, narra um drama familiar sobre um professor e a sua família, que vivem numa cidade do interior da Turquia. A sua vida será convulsionada por um incidente, e vai lutar contra todas as adversidades para manter a família unida. Sexta longa do cineasta, já premiado nos festivais de Moscovo e vencedor de prémios no seu país.
A ostentar o Prémio do Júri de Sundance 2011, talvez “Can”, de Rasit Çelikezer, seja o mais cotado. Aborda a vida de um casal com uma boa vida, mas que se ressente da falta de um filho. Como a mulher é infértil, tentam obter um bebé através de meios ilícitos. Essa história é intercalada com outra sobre uma mãe negligente, que tem um filho chamado Can. Segundo trabalho de Çelikezer, que tem vasta carreira na televisão turca.
A ecologia é o tema central de “Ecotopia”, de Yüksel Aksu, sobre um grupo de intelectuais cansado da poluição na cidade que decide criar uma “Ecovila”, gerando uma grande confusão entre os habitantes da aldeia escolhida, que se tornarão “intelectuais” e passarão a viver de agricultura biológica. Segunda obra do realizador, cujo primeiro filme, “Ice Cream I Scream” foi escolhido pela Turquia para representá-la no Oscar em língua estrangeira.
O drama político “Future Lasts Forever”, de Özcan Alper, encerra a programação. Um mergulho nas raízes da Anatólia através de uma estudante que visita o interior da região para as suas pesquisas, mas tropeça em vários personagens que vivem o drama da chamada “guerra sem nome”. Terceira longa de Alper, internacionalmente reconhecido pelo seu primeiro trabalho, “Autumn”. 

(Fonte: c7nema) 

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

"Cinco dos melhores filmes do novo cinema turco da actualidade" em Lisboa

O Ciclo de Cinema Turco: "Cinco dos Melhores Filmes do Novo Cinema Turco da Actualidade" vai realizar-se de 20 a 22 de Setembro no Auditório da Fundação Champalimaud (Abertura) e no Cinema City Classic Alvalade. A Sessão de Abertura na Fundação Champalimaud vai realizar-se no dia 20 de Setembro, às 19h30 com a presença de Egemen Bağıș, Ministro para as Negociações e Assuntos Europeus da República da Turquia. Iniciar-se-á com um concerto com o músico turco Hüsnü Senlendirici e Kátia Guerreiro, seguido do filme "Last Stop Salvation", de Yusuf Pirhasan, com a presença da equipa do filme. Este ciclo é uma iniciativa da TÜRSAK, Fundação Cultural para o Cinema e Audiovisual de Istambul, e tem o apoio da Embaixada da Turquia em Lisboa.

"5 DOS MELHORES FILMES
DO NOVO CINEMA TURCO DA ACTUALIDADE"
De 20 a 22 de Setembro, Fundação Champalimaud
e Cinema City Classic Alvalade

FILME DE ABERTURA:
Fundação Champalimaud, 20 de Setembro, 21h30
(para convidados, antecedido de recepção e concerto, 19h30)

"Last Stop Salvation" (Kurtuluş Son Durak)/ Turquia / 2012 / 104’
Realizador: Yusuf Pirhasan
Argumento: Barış Pirhasan
Director de Fotografia: Carlos Ritter
Música: Fırat Yükselir
Montagem: Aylin Tinel
Intérpretes: Belçim Bilgin, Demet Akbag, Asuman Dabak, Nihal Yalçın, Ayten Soykök, Damla Sönmez
Produção: Biber Yapım
Produtor: Aysen Sever

Um grupo de mulheres comuns, vive num pequeno bairro sem nada de especial a acontecer nas suas vidas. Com a chegada da psicóloga Eylem (Belçim Bilgin), que foi deixada pelo namorado, tudo vai mudar. E isso vai ter consequências na relação com os homens das suas vidas: a pobre Vartanu (Demet Akba), dedica-se ao pai idoso e acamado; Göncagül (Nihal Yalçın), percebe que afinal o seu amante mafioso, nunca vai casar com ela; Gülnur, vive resignada com os espancamentos diários do seu marido; a jovem adolescente Tulay (Damla Sonmez), fica revoltada cada vez que a sua mãe é espancada; a cabeleireira Füsun (Asuman Dabak), é a única que olha as coisas pelo lado positivo. Este filme é apesar de tudo uma divertida comédia de humor negro, sobre um grupo de mulheres e heroínas que lutam contra todas as formas de violência. É interpretado por algumas das melhores actrizes do cinema turco, tem argumento de Barış Pirhasan, escritor, dirigido pelo seu filho, Yusuf Pirhasan.

Yusuf Pirhasan é um jovem realizador que tem trabalhado entre Istambul e Londres. Em 2007 dirigiu as séries: "KateModern" (para a rede social e site Bebo) e ainda "LG15: The Resistance" para a produtora Eqal de LA. Trabalhou com o realizador britânico Mike Figgis, e foi co-realizador de "A Portrait Of London", uma série de curtas-metragens apoiadas pelo British Film Institute, a propósito do 50.º Aniversário do London Film Festival. Tem dirigido igualmente videos musicais e apresentações de artistas como: Klaxons, Jack Penate, Pete Doherty, Bobby Womack e The xx. "Last Stop Salvation" é a sua primeira longa-metragem.



SESSÕES DE PÚBLICO (entrada gratuita e filmes legendados em Inglês)
Cinema City Classic Alvalade (Av. de Roma, nº 100, 1700-352 Lisboa)

21 de Setembro, 16h30

"The Extremely Tragic Story of Celal Tan and His Family" (Celal Tan ve Ailesinin Aşırı Acıklı Hikayesi)/ Turquia / 2011 / 99’

Realizador: Onur Ünlü
Argumento: Onur Ünlü
Director de Fotografia: Vedat Özdemir
Música: Attila Özdemiroglu
Montagem: Ahmet Can Çakırca
Intérpretes: Selçuk Yöntem, Ezgi Mola, Bülent Emin Yarar, Tansu Biçer, Türkü Turan
Produção: Eflatun Film
Produtor: Funda Alp, Orkun Ünlü

Celal Tan é um respeitado professor de Direito Constitucional, que vive numa pequena cidade do interior e tem dois filhos do seu primeiro casamento. Alguns anos depois da morte da sua primeira esposa, casa-se novamente com uma mulher muito mais jovem: curiosamente uma estudante universitária, cuja vida salvou de alguma maneira. A tragédia de Celal Tan começa três anos após o seu casamento, com um acontecimento que vai agitar o seu meio familiar. Celal Tan tenta esconder o segredo e independentemente, do que está a passar procura acima de tudo, manter a família unida.



Onur Ünlü nasceu em Izmit em 1973. Formou-se na Universidade de Anadolu na Escola de Ciências da Comunicação e tem um mestrado igualmente em Ciências da Comunicação pela Universidade de Marmara. A sua primeira longa-metragem, intitulada "Police", que conta a história da vida atribulada de Musa Rami, um detetive da secção de homicidios no auge da carreira, que foi exibido com grande êxito, em vários festivais internacionais: Golden Boll Festival e Festival de Cinema de Moscovo. Escreveu e dirigiu em 2008, dois filmes do género fantástico: "The Kid" e "Son of the Sun". Ganhou vários prémios em 2009, nos Golden Boll e Golden Orange Film Festival, com "Five Cities", uma trágica história de um grupo de pessoas. No mesmo ano, escreveu ainda o argumento e co-produziu uma longa metragem intitulada "Love, Bitter".

Prémios

2011 18.º Adana Golden Boll Film Festival: Melhor Filme, Melhor Argumento, Prémio Especial do Júri para Melhor Interpretação.

Filmografia

2011 "The Extremely Tragic Story of Celal Tan and His Family"
2010 "Beş Şehir"
2009 "Love, Bitter"
2008 "Günesin Oğlu"
2008 "The Child"
2007 "Police"

21 de Setembro, 19h30

Can / Turquia / 2011 / 106’

Realizador: Rasit Çelikezer
Argumento: Rasit Çelikezer
Diretor de Fotografia: Ali Özel
Música: Tamer Çıray
Montagem: Ahmet Can Çakırca
Intérpretes: Selen Uçer, Serdar Orcin, Berkan Demirbag, Erkan Avci, Serhat Nalbantoglu
Produção: Defne Film
Produtor: Rasit Çelikezer

A um jovem casal apaixonado, que vive em Istambul, falta apenas um filho para preencher a sua aparente felicidade conjugal. Só que ela não consegue engravidar. Para salvar o orgulho de um deles, o casal tenta recorrer a meios ilegais para conseguirem uma criança ainda bebé. Esta decisão comum que procurava torná-los mais felizes, acaba por degradar pouco a pouco as suas vidas ao ponto de caminharem para uma separação. A história deste casal vai-se misturando com uma narrativa paralela sobre uma mãe solteira e negligente, que tem um menino chamado Can.



Rasit Çelikezer nasceu em Izmir, Turquia. É formado em cinema e televisão pela Universidade Dokuz Eylül. Começou pelas curtas-metragens com: "Memories of an Ordinary Day" (1996), "Cocoon" (1994) e "Duet" (1993), exibidas em vários festivais de cinema. Dirigiu mais de 300 episódios de 12 diferentes séries para a televisão turca. A sua primeira longa-metragem, "Three Apples Fell From the Sky" (2008), ganhou cerca de oito prémios em vários festivais nacionais e internacionais. É uma grande figura da cultura turca, as suas peças de teatro foram encenadas em toda a Turquia e estão traduzidas em várias línguas.

Filmografia

2011 "Can"
2008 "Three Apples Fell from the Sky"

Prémios

2011 Sundance Film Festival, Prémio Especial do Júri
2011 Antalya Golden Orange Film Festival, Prémio do Público

21 de Setembro, 16h30

"Ecotopia" (Entel Köy Efe Köye Karşı) / Turquia / 2011 / 111’

Realizador: Yüksel Aksu
Argumento: Yüksel Aksu
Diretor de Fotografia: Ercan Yılmaz
Montagem: Lewo
Intérpretes: Sahin İrmak, Nihat Kapız, Ayse Bosse, Saadettin Ünsal, Emin Gürsoy, Hamit Demir
Produção: Galatafilm
Produtor: Taha Altaylı, Muharrem Gülmez

Cansados do barulho e da poluição das grandes cidades, um grupo de intelectuais ambientalistas, procura um regresso à natureza. Para isso constroem uma nova cidade chamada "Ecovillage". O objectivo é desfrutarem de uma vida feliz através do turismo ecológico, agricultura biológica, as artes e a cultura. Katrin é uma intelectual europeia que se estabeleceu na Turquia, depois de trabalhar vários anos em organizações ambientalistas como o Greenpeace. O chefe da aldeia, Ali, pelo contrário é um um típico aldeão, sem instrução que nunca deixou sua terra. A relação emocional entre os dois vai desenvolver-se de uma forma muito curiosa e divertida, apesar das diferenças culturais entre ambos. Os moradores da aldeia por sua vez vão assistir com espanto a uma decisão que vai mexer com o seu quotidiano e mudar de uma forma divertida os seus hábitos: vão-se tornar intelectuais e a partir de agora, produzir apenas agricultura biológica.



Yüksel Aksu é um premiado realizador e escritor nasceu em Muğla, em 1966. É formado pela Universidade Dokuz Eylül no Departamento de Cinema e Televisão em 1993, onde completou igualmente um mestrado. Realizou várias curtas-metragens durante os anos de faculdade. Depois de ter sido assistente de conhecidos realizadores, a partir de 1999 começou a dirigir filmes e séries para a televisão. Em 2006, estreou a sua primeira longa-metragem "Ice Cream, I Scream" que foi nomeada para o Óscar de "Melhor Filme Estrangeiro". Nesse mesmo ano, este filme circulou e ganhou vários prémios em festivais de cinema nos EUA. Tem publicado vários ensaios sobre a arte cinematográfica: "Aristoteles and Convencional Cinema" e "Brecht and Modern Cinema". Está neste momento a concluir o seu novo livro intitulado: "Tragic Traditions and Cinema".

Filmografia

2011 "Ecotopia"
2006 "Ice Cream, I Scream"

Prémios

2012 Ankara International Film Festival, Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Argumento, Melhor Actriz Revelação.

21 de Setembro, 19h30

"Future Lasts Forever" (Gelecek Uzun Sürer) / Turquia / 2011 / 99’

Realizador: Özcan Alper
Argumento: Özcan Alper
Diretor de Fotografia: Feza Çaldıran
Música Mustafa Biber
Montagem: Ayhan Ergürsel, Thomas Balkenhol, Özcan Alper, Umut Sakallıoğlu
Intérpretes: Gaye Gürsel, Durukan Ordu, Sarkis Seropyan, Osman Karakoç, Güllü Özalp Ulusoy
Produção: Nar Film
Produtor: Soner Alp, Ersin Çelik

Sumru é uma jovem investigadora de música etnográfica, que trabalha numa universidade de Istambul. Para escrever a sua tese, uma compilação e um registo exaustivo das canções da Anatólia, viaja para o sudeste da Turquia. Esta viagem que supunha ser breve e simples, acaba por se tornar a mais longa jornada da sua vida. Sumru cruza-se com Ahmet, um jovem rapaz que vende dvd’s piratas nas ruas de Diyarbakır, com o velho Antranik, que vive numa igreja em ruínas na cidade e com outros personagens, testemunhas da chamada "guerra sem nome". Durante a sua estadia de três meses em Diyarbakır e enquanto estuda as histórias das canções, Sumru vai-se confrontando aos poucos com a angústia de um passado, que procurou esquecer. Evacuados de Hakkari para uma aldeia de montanha, Sumru não consegue responder a Ahmet sobre o que se está a passar e a razão desta perigosa viagem.



Özcan Alper (1975) nasceu em Artvin, Turquia. Estudou Física e História da Ciência na Universidade de Istambul. Participou em atelieres de cinema, no Centro de Cultura da Mesopotâmia e Casa da Cultura Nazim entre 1996-2001. "Autumn" a primeira longa-metragem foi exibida em cerca de 60 festivais internacionais e recebeu 33 prémios. O filme foi nomeado para a categoria e para o Prémio "Discovery of the Year", da Academia Europeia de Cinema. Esta é a sua segunda longa-metragem.

Filmografia

2011 "Future Lasts Forever"
2010 "Tales from Kars"
2008 "Autumn"

Prémios

2012 19.º Vesoul Asia Film Festival (FICA): Menção Honrosa
2011 16.º International Film Festival Kerala: FIPRESCI Melhor Filme (Prémio da Crítica
2011 2.º Malatya International Film Festival (Turquia): Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Musica
2011 18.º Golden Boll International Film Festival: Prémio Yılmaz Guney/Melhor Filme , SIYAD (Turkish Film Critics) Melhor Filme, Melhor Direcção de Fotografia, Melhor Actor, Melhor Música