sexta-feira, 29 de junho de 2007

Festival da América Latina e Caribe em Istambul

O Festival da América Latina e Caribe vai realizar a sua quarta edição em Istambul, a partir de sexta-feira, 29, promovendo a cultura e as oportunidades comerciais da região.
O evento é organizado pela Associação Comercial da América Latina e Caribe (TUKLAD), em colaboração com o Instituto Cervantes e o Município de Beşiktaş.
Na festa de abertura, vão ser servidas especialidades da América Latina e vão actuar grupos de danças folclóricas do Brasil, México, Colombia, Argentina e Cuba.
Entre 2 e 6 de Julho haverá um concurso de fotografia, a Feira do Livro da América Latina, além de uma mostra de cinema.

quarta-feira, 27 de junho de 2007

Festival MED arranca hoje em Loulé com Aynur


Arranca hoje, 27 de Junho, a quarta edição do Festival MED – Festival do Mediterrâneo, que vai animar o Centro Histórico da cidade de Loulé (Castelo, Cerca do Convento, Bicas Velhas e Largo da Matriz) até Domingo.
“World Music”, gastronomia, artesanato, animação de rua e artes plásticas são os principais ingredientes desta festa que é, acima de tudo, um encontro de povos, que pretende divulgar a cultura dos países da Bacia do Mediterrâneo e todas as outras culturas que estão na sua génese.
A cantora turca de origem curda Aynur, é a primeira cabeça de cartaz a entrar em acção no Festival MED. A artista actua às 21H30, na Cerca do Convento.
Aynur está na linha da frente dos mais consistentes artistas turcos a cruzar música tradicional com sonoridades ocidentais. A sua fabulosa voz ilumina canções tradicionais turcas e curdas - umas vezes mais intimistas, outras mais festivas -, acompanhada por um ensemble em que estão presentes instrumentos tradicionais, por vezes uma secção de cordas ocidental, percussões, baixo eléctrico e apontamentos de electrónica e programações. E a essência da música tradicional, se bem que modernizada, nunca é posta em causa.
Para além da música, quem for até ao Festival do Mediterrâneo vai ter outros motivos de interesse: gastronomia, artesanato, teatro de rua, animação com malabaristas, cuspidores de fogo, andas, exposições, feira do disco, e muito mais…

(Fonte: Agenda Alla Turca / Barlavento)



Live Earth foi cancelado em Istambul

A versão turca da série de concertos Live Earth, que acontecem no dia 7 de julho, foi cancelada. Os organizadores confirmaram a falta de patrocínio e de tempo. Os espectáculos ao vivo em Istambul vão ser substituídos por projecções das apresentações nas outras cidades do mundo.
Os concertos, com o objectivo de alertar para as mudanças climáticas, vão acontecer durante 24 horas em oito cidades: Tóquio, Hamburgo, Xangai, Rio de Janeiro, Nova Iorque, Joanesburgo, Sidney e Londres.

terça-feira, 26 de junho de 2007

Filme do realizador turco Ferzan Özpetek galardoado em Itália


A 62ª edição dos prémios do cinema italiano Nastri d'Argento (Fita de Prata), teve lugar no passado Sábado à noite, numa cerimónia realizada durante o Festival Internacional de Cinema em Taormina, na ilha da Sicília.
O filme do realizador turco Ferzan Özpetek, Saturno Contro recebeu quatro prémios no festival, um dos mais famosos de Itália. Foi premiado com o melhor argumento, melhor actriz, melhor actriz secundária e melhor banda sonora.
Saturno Contro já tinha ganho quatro prémios no mês passado, numa votação organizada pela revista mensal italiana de cinema, CIAK.
O elenco do filme conta com os famosos actores italianos, Margherita Buy, Stefano Accorsi, Pierfrancesco Favino e com a actriz turca, indispensável nos filmes de Özpetek, Serra Yılmaz.

sexta-feira, 22 de junho de 2007

José Saramago tem mais um livro editado na Turquia

José Saramago tem mais um livro editado na Turquia

O livro de Saramago, As Intermitências da Morte, publicado em Portugal em 2005, foi lançado na Turquia durante a sua última visita a Istambul no passado mês de Maio. Com esta publicação, José Saramago passa a ter 12 livros editados na Turquia.

quinta-feira, 14 de junho de 2007

Pintores turcos do século XIX e início do século XX em exposição no museu Gulbenkian

Uma exposição com 38 obras de pintura de finais do século XIX e início do século XX vindas da Turquia e 10 de pintores portugueses da mesma época foi hoje inaugurada na Fundação Gulbenkian, em homenagem ao fundador da instituição.
A exposição "Evocações, passagens, atmosferas", reúne obras da colecção do museu turco Sakıp Sabancı, de Istambul, e pretende ser uma homenagem ao milionário de origem arménia Calouste Gulbenkian, que viveu naquela cidade e morreu em Lisboa em 1955.
As obras seleccionadas pelo museu Calouste Gulbenkian não ultrapassam o ano da morte de Gulbenkian e testemunham parte da época em que viveu.
"Esta iniciativa é um sinal da existência de pontes entre culturas diferentes", comentou Rui Vilar, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian na apresentação da exposição, sublinhando que Lisboa e Istambul, cidade que inspirou várias paisagens da exposição, se situam em dois extremos opostos da Europa.
O Bósforo, Istambul e cenas da vida quotidiana predominam nas pinturas da colecção do Museu Sakıp Sabancı de autores turcos, arménios ou oriundos de outros países e radicados em Istambul.
"Mas, como não quisemos que os pintores turcos ficassem sozinhos, juntámos [à exposição] algumas obras de pintores portugueses da mesma época", referiu Rui Vilar acentuando que estes artistas receberam a mesma influência dos seus contemporâneos turcos dado que tiveram formação em Paris.
Dez quadros pertencentes à colecção do Centro de Arte Moderna da Gulbenkian da autoria de Abel Salazar, Abel Manta, Eduardo Viana, Dordio Gomes, Emmérico Nunes, Francis Smith, João Cristino da Silva, António Carneiro (duas obras) e Adriano de Sousa Lopes surgem ao lado das obras de pintura produzidas na Turquia.
A exposição foi inaugurada hoje e estará aberta ao público até 26 de Agosto.

(Fonte: Agenda Alla Turca / Público)

quarta-feira, 6 de junho de 2007

Coup de Bam na Casa da Música

Coup de Bam é um grupo composto pelo Austríaco Wilko Goriany (teclados, bateria e programação) e pelos Turcos Özden Öksüz (saz, percussão e voz) e Metin Yilmaz (guitarra e voz), que aposta no groove pop poliglota, jazz, música electrónica e música étnica.
Afastados da música tradicional, os Coup de Bam trazem ao Porto um som luxuoso que harmoniza a cultura e a estética cosmopolita, onde as raízes só marcam presença no processo de produção.
Na estreia em Portugal, o trio vai fazer-se acompanhar pela vocalista Barbara Bandi.

Casa da Música - 7 de Junho, 22:30 horas



terça-feira, 5 de junho de 2007

Documentário de Sofia Trincão no Festival Internacional de Cinema de Bodrum

O 3º Festival Internacional de Cinema de Bodrum, que começou hoje e se prolonga até ao dia 10 deste mês, vai apresentar um total de 70 filmes provenientes de 24 países.
Entre esses filmes figura o documentário de Sofia Trincão, intitulado "Praia de Monte Gordo".
As gravações deste documentário iniciaram-se em 2005 e estenderam-se até ao Verão de 2006, o que permitiu captar as diferentes realidades vividas, ao longo de um ano, na praia de Monte Gordo. A narrativa do documentário, gravado integralmente na praia, inicia-se no Inverno e mostra depois a chegada do tempo quente, altura em que muitos pescadores abandonam temporariamente a faina para se dedicarem, durante três meses, à actividade turística.
"Praia de Monte Gordo" integra o projecto "Barcos do Algarve – litoral em mudança", uma série que se iniciou com o documentário "Praia da Lota 1989-2000", onde se mostram as transformações dos 25 barcos de madeira que, à data, pescavam polvo com alcatruzes. Embora sem data definida, o projecto prevê novos documentários sobre a actividade piscatória na Ilha da Culatra e na vila de Santa Luzia. Uma produção exclusivamente dedicada ao abate da frota pesqueira é outro dos projectos na calha. A realização deste documentário contou com o apoio da Câmara de Vila Real de Santo António, que também adquiriu 300 cópias do documentário para a divulgação e promoção do concelho.

Encontra mais detalhes sobre o evento aqui.

(Fonte: Agenda Alla Turca / Barlavento)

segunda-feira, 4 de junho de 2007

Moçambique conquistou medalha de bronze nas Olimpíadas Internacionais da Língua Turca


A quinta edição das Olimpíadas Internacionais da Língua Turca realizou-se, na Turquia, de 24 de Maio a 3 de Junho.
Estiveram presentes 500 estudantes oriundos de cerca de uma centena de países, entre os quais Brasil e Moçambique, este último galardoado com uma medalha de bronze na categoria de "escrita do Turco".
Os estudantes tiveram de demonstrar os seus conhecimentos da língua turca mediante a prestação de diversas provas, nomeadamente: falar, escrever, música, poemas, cultura geral, entre outras.
Todas as provas foram realizadas em Ancara, com excepção da final que se realizou em Istambul.
Aqui fica um apontamento de uma menina do Quirguistão a cantar uma canção tradicional turca:


Publicado em Portugal livro sobre Atatürk


O livro: "Kemal Atatürk: O Fundador da Turquia Moderna" de A.L. MacFie, está publicado em Portugal com tradução portuguesa.

5º Festival Internacional de Esculturas de Areia - Fiesa 2007 concebido uma vez mais pelo Turco Alper Alagöz


O 5º Festival Internacional de Esculturas de Areia - Fiesa 2007, a inaugurar no próximo dia 7, na zona de Pêra, Silves, e nesta edição subordinado ao tema "As Maravilhas do Mundo", vai estar patente ao público diariamente, das 10.00 às 24.00 horas, até ao dia 7 de Outubro.
Este festival é uma vez mais da responsabilidade da ProSandArt - Organização de Eventos Culturais, sedeada naquele concelho do barlavento algarvio.
O Turco Alper Alagöz, fundador e presidente da ProSandArt, contribuiu para conceber, em apenas três meses, o tema do Fiesa 2007 e promete "surpreender os mais de 180 mil visitantes que são esperados este ano". Alper Alagöz vive em Portugal e é o fundador e presidente da ProSandArt.
O certame conta com a participação de 43 artistas de quase duas dezenas de países e contempla cerca de meia centena de megaesculturas num total de mais de 35 toneladas de areia, abrangendo uma área de 15 000 metros quadrados. Foi concebido para representar a maior parte dos monumentos seleccionados como "novas sete maravilhas do mundo, as maravilhas do mundo antigo, bem como as maravilhas naturais do planeta, dispostos em cinco grandes áreas de exposição, que correspondem aos cinco continentes", explicou Cláudia Diogo, da organização.

(Fonte: Agenda Alla Turca / DN)

Aynur no Festival Med em Loulé


O 4º Festival Med vai decorrer em Loulé entre 27 de Junho e 1 de Julho e conta com a presença de Sara Tavares e da cantora turca Aynur, de origem curda, no dia 27.
No dia 28 é a vez da cantora Natacha Atlas, do francês Segent Garcia e do DJ alemão Shantel. No dia 29 sobem ao palco os Tinariwen (Mali), Taraf de Haidouks (Roménia) e a revelação da música argelina, Akli D. No dia 30 actuam o cantor e compositor Vinicio Capossela (Itália), os Yerba Buena (Estados Unidos) e os L`Ham de Foc (Espanha). Na última noite, dia 1 de Julho, é a vez dos Bajofondo Tango Club (Argentina) e dos Chambao (Espanha).



Cinema turco na abertura do 23º Festroia


O 23º Festroia (Festival Internacional de Cinema de Setúbal), que apresenta este ano 165 filmes de 46 países, abriu no dia 1 de Junho no Fórum Municipal Luísa Todi, com um tributo a Mário Ventura, o fundador deste evento, falecido no ano passado.
Após a homenagem, subiram ao palco vários convidados para a atribuição do Golfinho de Cristal à cinematografia espanhola, este ano, em destaque no Festroia, com o apoio do Instituto da Cinematografia e das Artes Audiovisuais (ICAA) e da Embaixada de Espanha.
Abriram a programação um conjunto de cinco curtas-metragens intitulado "Invisível", em estreia nacional, produzido pelo actor espanhol Javier Bardem e realizado por Isabel Coixet, Fernando Léon, Mariano Barroso, Javier Corcuera e Wim Wenders. Na segunda sessão, dedicada ao cinema espanhol, seguiu-se a antestreia de "Alatriste", filme realizado por Agustín Díaz Yanez, baseado na obra "Capitão Alatriste", escrita por Arturo Pérez-Reverte. Esta longa-metragem conta com as interpretações de Viggo Mortensen, Eduardo Noriega, Elena Anaya, Javier Câmara e Unax Ugalde.
Paralelamente, no Auditório Municipal Cinema Charlot arrancou, às 21h30, a secção Panorama com a exibição da curta-metragem "A Minha Mãe Aprende Cinema", de Nesimi Yetik, uma produção da Turquia.

Seguiu-se "A Rapariga Morta", da secção competitiva Independentes Americanos, um filme de Karen Monsrieff, e a fechar, a partir da meia-noite, foi apresentado "O Anjo Azul", de Josef Von Sternberg, um dos clássicos do cinema alemão, também em destaque neste certame.
Além dos filmes em competição, que estão em apreciação perante o júri e que englobam as secções de homenagem ao cinema espanhol e ao cinema clássico alemão, o Festroia exibe durante os dez dias do festival uma mostra dedicada ao realizador Billy Wilder, e várias outras secções: Curtas Europeias, Escolas de Cinema, EFA - Academia Europeia de Cinema - Prémios UIP, Cinema Português do Ano e Panorama.
A homenagem a Mário Ventura estende-se a uma exposição fotográfica e à projecção diária de um documentário com imagens recolhidas ao longo dos anos do Festroia, ambas na Biblioteca Pública Municipal.

Veja mais detalhes aqui.

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Red Bull Air Race em Istambul


O Circuito Mundial de Corrida Aérea, o Red Bull Air Race, terá mais uma etapa no próximo Sábado, 2 de Junho. O palco é Istambul, na Turquia. No ano passado, 1,5 milhão de pessoas assistiram ao show dos aviões, que passaram poucos metros acima do estuário do Corno de Ouro a 400km/h. A etapa turca é a quarta da temporada. O Britânico Paul Bonhomme está na liderança, mas o Húngaro Peter Besenyei aparece logo atrás, com apenas um ponto de diferença. O Americano Kirby Chambliss defende o título da etapa. Chambliss é o actual campeão do circuito, e ocupa actualmente o quinto lugar com sete pontos.



Documentário "Le Réseau", de Luciana Fina será apresentado em Istambul


De 8 a 10 de Junho, realiza-se o 4º Encontro Anual da Rede DBM (Danse Bassin Méditerranée), em Istambul, na Turquia.
Durante três dias, artistas e agentes culturais do Mediterrâneo encontram-se para trocar ideias e discutir temas relacionados com o desenvolvimento da dança na região, participando em conferências e workshops.
A DBM é uma organização independente que trabalha para dinamizar a dança contemporânea e as artes performativas no Mediterrâneo, facilitando a estruturação de uma rede, e estimulando a comunicação entre os artistas da região com a Europa e o resto do Mundo.
Desde a sua criação, em 1998, a DBM actua como colaboradora e co-organizadora de iniciativas, tais como: produção de espectáculos de dança, realização de seminários, festivais de dança e promoção de encontros entre artistas da região. Acima de tudo, a DBM tem como missão contribuir para o fortalecimento de um diálogo inter-cultural entre as diferentes raças e nações da região mediterrânica e, também, entre a região e os outros continentes.
Além da imensurável troca de conhecimento, os participantes poderão também assistir a diversas criações de coreógrafos franceses, portugueses, eslovenos, gregos e muitos outros, reunidos pelo nobre objectivo de, sem nenhuma hierarquização cultural, compartilhar as suas pesquisas com os seus colegas de trabalho.
De Portugal, o documentário "Le Réseau", de Luciana Fina, será apresentado no dia 8 de Junho, às 15 horas, no Instituto Cultural Francês de Istambul. "Le Réseau" acompanha uma rede de pessoas que contribuem para o DBM, durante encontros em Istambul, Tunísia, Cagliari e Marselha. No filme, os artistas falam sobre os seus desejos e expectativas num momento de tensão e confrontação das relações euro-mediterrânicas.
Este evento, tem o apoio, nomeadamente da Fundação Calouste Gulbenkian e da Alkantara.

Veja aqui mais detalhes da programação.