quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Dez cartunistas turcos com trabalhos "contra desigualdades" em exibição na Estação do Rossio


Termina hoje, na Estação do Rossio em Lisboa, a exposição de 200 desenhos contra as desigualdades.
A mostra europeia de cartoons "Desigualdades, Discriminações e Preconceitos" já foi visitada por milhares de pessoas, que tiveram a oportunidade de verem caricaturados os mais diversos tipos de discriminações, preconceitos e estereótipos que todos os dias afectam milhares de pessoas, pela não aceitação da diversidade e pela violação dos seus direitos.
Esta exposição apresenta os premiados, as menções honrosas e os melhores trabalhos do Concurso Europeu de Cartoon "Desigualdades, Discriminações e Preconceitos" promovido pelo Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) e organizado pelo Museu Nacional da Imprensa, no âmbito do Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades para Todos.
Um dos premiados foi o Turco Musa Gümüş, galardoado com o terceiro prémio.
O concurso dirigiu-se exclusivamente a artistas europeus, estando patentes no Rossio, trabalhos de 29 países, tão diversos entre si como Alemanha, Azerbeijão, Bulgária, Espanha, Eslováquia, Grécia, Itália, Inglaterra, Israel, Holanda, Macedónia, Polónia, Ucrânia, Turquia, entre outros. Dos trabalhos expostos, merecem natural destaque os premiados e, pela sua originalidade, a menção honrosa atribuída a Agostinho Santos. O conhecido jornalista e pintor concebeu um envelope que quando fechado é uma forma de “adoração à mulher objecto” título do seu trabalho.
Portugal é o país com mais desenhos patentes, podendo ver-se os trabalhos de 16 autores nacionais. Roménia, Sérvia e Turquia também se destacam pela quantidade de artistas presentes. A Turquia participa com 10 autores: Ahmet Aykanat, Eray Özbek, Hicabi Demerci, Mete Agaoğlu, Musa Gümüş, Oğul Gürel, Omer Çam, Sait Munzur, Sevket Yalaz e Umit Mufit Dincay.

A exposição foi inaugurada às 14.30 horas do dia 23 de Outubro. Contou com a presença do ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, que entregou os galardões ao Belga Ludo Goderis, ao Francês NAPO e ao Turco Musa Gümüş, vencedores do primeiro, segundo e terceiro prémios, respectivamente. Estiveram também presentes, o jornalista e pintor português Agostinho Santos, o Romeno Gabriel Rusu e o Moldavo Valeriu Kurtu, artistas que receberam menções honrosas.
Com entrada livre, a mostra está patente ao público no átrio da Estação do Rossio até às 20 horas do dia de hoje, permitindo ver caricaturados os mais diversos tipos de discriminações, de preconceitos e estereótipos, os quais afectam milhares de pessoas diariamente pela não aceitação da diversidade e pela violação dos seus direitos.
(Fonte: Agenda Alla Turca / O Primeiro de Janeiro / Sindicato dos Jornalistas)

2 comentários:

Carla Valente Tavares disse...

Merhaba Lídia. Estou a tentar aprender turco na Facauldade de Letras e sou completamente apaixonada pela Turquia. Gostaria de deixar aqui um enorme elogio ao seu blog que é fantástico e o desejo que continue durante muito tempo.Um enorme obrigada.

Lídia disse...

Merhaba Carla :)

Muito obrigada pelas suas palavras.
É sempre bem-vinda!